Carteirinha de estudante digital é liberada pelo governo; saiba como fazer

Carteirinha de estudante digital é lançada; saiba como fazer

Ministério da Educação anuncia o uso da carteirinha de estudante digital. Saiba como conseguir o seu ID estudantil através do aplicativo.

26/11/2019 - Equipe Cafeina Nerd
#carteirinha de estudante digital #carteirinha estudantil digital #ID estudantil
carteirinha de estudante digital

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta segunda-feira (25) o lançamento da carteirinha de estudante digital. A emissão deve ser feita através de aplicativo, disponível nas plataformas Android e iOS. A carteirinha estudantil digital permitirá o benefício de meia entrada em shows, teatros, cinemas, eventos culturais e esportivos em todo o país.

O uso da carteirinha de estudante digital foi chancelado pelo governo e, algumas empresa credenciadas em todo o país, também podem realizar a emissão. Um dos aplicativos mais usados até o momento é o “Vou de Meia“.

Download da Carteirinha de Estudante Digital

Você pode fazer o download do “Vou de Meia”, clicando nos links abaixo:

Androidhttps://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.voudemeia.app

Apple https://apps.apple.com/br/app/vou-de-meia/id1378454658

Vale lembrar que antes do lançamento do app, a carteirinha oficial era emitida por entidades, como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes). Elas ainda podem continuar emitido as carteirinhas tradicionais.

Cuidados na hora de fazer a carteirinha de estudante digital

Para que seja aprovada a sua carteirinha de estudante digital é importante tomar alguns cuidados, a saber:

a) Foto – Não pode estar vestindo chapéu, bonés, óculos de sol, sem camisa, etc… e lembre-se que o objetivo é identificar rosto do estudante, portanto, evite postar uma foto de corpo inteiro ou ao lado de outra pessoa;

b) Documento de Identidade – Pode ser habilitação ou RG, sempre legível e em boas condições de uso. Todos os dados do documento devem estar legíveis para conferência das informações do cadastro;

c) Comprovante de matrícula – O comprovante deve ser um documento válido da escola ou instituição, na qual o aluno está devidamente matriculado, não podendo haver rasuras ou condições minimas de legibilidade. Importante destacar que o documento precisa comprovar a regularidade da matrícula para o ano letivo vigente, que no caso, o ano de 2019.

Deixe um comentário