Curso semipresencial: como funciona a modalidade?

Educação

Como funciona um curso semipresencial?

Nova modalidade de ensino híbrido é uma mistura da faculdade tradicional com os conceitos de EAD. Veja como funciona o curso semipresencial!

22/10/2018 - Equipe Cafeina Nerd
#Graduação #Semipresencial

Nós, do Cafeína Nerd, já te apresentamos o EAD (Ensino a Distância) e te contamos que ele cresce cada vez mais nas faculdades e no mercado de trabalho. No entanto, uma modalidade híbrida de educação superior também cresce de forma muito acelerada: são os cursos semipresenciais. Eles englobam o melhor dos dois mundos, pois possibilita ao estudante mais interação com os demais colegas e os professores, mas sem a necessidade de ir ao ambiente físico todos os dias da semana. É uma aposta muito alta das universidades e que você precisa conhecer.

Conheça algumas características de um curso semipresencial:

  • Material previamente planejado no início do semestre. Ou seja, o aluno saberá o que será presencial e o que será a distância.
  • Avaliações finais (provas) feitas de forma presencial.
  • Encontros semanais periódicos obrigatórios, com cada professor definindo a frequência.
  • Equipe de professores pronta para ajudar no ambiente físico e digital.
  • Motivação e praticidade crescentes.
  • Aulas online com os mesmos professores da parte presencial.
  • Preço acessível.
  • Flexibilidade.

Dois tipos de curso semipresencial

Há uma grande variedade nas universidades brasileiras. Existem ofertas de 20% do curso sendo feito a distância e outras com até 60%. Isso acontece porque há dois tipos de graduação diferentes: as que surgem a partir da faculdade presencial e as que surgem a partir do EAD.

Quando o semipresencial surge a partir do presencial

Nesta modalidade, há uma obrigatoriedade do MEC para que 80% das aulas e atividades sejam realizadas de forma presencial. As provas e avaliações, dessa forma, são todas feitas no ambiente físico, cabendo apenas atividades e conteúdos que se encaixam melhor no online para a parte a distância. Cada professor define o que e quanto vai dar de material em cada um dos módulos.

Quando o semipresencial surge a partir do EAD

Nesta modalidade, não há a obrigatoriedade da carga horária ser, majoritariamente, presencial. Portanto, algumas faculdades colocam 60% a distância, outras 70%. Varia muito também de professor para professor. O que é possível dizer é que, em média, o aluno precisa ir uma ou duas vezes por semana para a instituição de ensino.

Como é o diploma do curso semipresencial

O diploma de um curso semipresencial é, exatamente, igual ao de um presencial e o EAD. Afinal, o MEC não distingue a modalidade nos diplomas, mas sim a qualidade oferecida pela universidade no curso ofertado.

Vantagens do semipresencial

– Flexibilidade de horários: no semipresencial, você pode conciliar sua agenda com a de seu trabalho, da sua graduação e da sua vida social. Você terá compromissos na instituição de ensino, mas também terá flexibilidade nos dias em que for estudar a distância. É um meio termo, que vem agradando cada vez mais alunos.

– Interatividade: As aulas são muito mais dinâmicas, já que no presencial você aprenderá de forma mais rápida e eficaz os conteúdos que se encaixam mais com a modalidade. Os demais, a distância, poderão ser dados através de jogos e quizzes, por exemplo. Isso atrai e motiva muito mais o aluno do que em uma graduação presencial.

– Valor acessível: as mensalidades de um curso semipresencial são encontradas a partir de R$ 399,00. Afinal de contas, o aluno não usa o ambiente físico todos os dias da semana e não seria justo cobrar o mesmo valor que é cobrado de alguém que utiliza.

Contato direto com os professores nos dois ambientes: na modalidade, as aulas online são dadas pelos mesmos professores do presencial. Portanto, você acaba tendo um contato ainda mais direto com ele, o que poderá lhe acrescentar um bom contato futuro e uma afinidade para aprender sua matéria.

Confira alguns cursos que podem ser feitos de forma semipresencial:

  • Administração
  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas (Tecnólogo)
  • Arquitetura e Urbanismo
  • Ciências Contábeis
  • Comércio Exterior (Tecnólogo)
  • Design de interiores
  • Engenharia (civil, elétrica, mecânica, de produção, da computação)
  • Eventos (Tecnólogo)
  • Gastronomia (Tecnólogo)
  • Gestão Comercial (Tecnólogo)
  • Gestão da Tecnologia da Informação (Tecnólogo)
  • Gestão de Recursos Humanos (Tecnólogo)
  • Gestão Financeira (Tecnólogo)
  • História
  • Letras
  • Logística (Tecnólogo)
  • Marketing (Tecnólogo)
  • Nutrição (Tecnólogo)
  • Pedagogia
  • Processos Gerenciais (Tecnólogo)
  • Recursos Humanos (Tecnólogo)
  • Serviço Social

Deixe um comentário