Como saber se seu diploma é reconhecido ou falso?

Pós-graduação

Como saber se seu diploma é reconhecido ou falso?

Algumas universidades fazem propagandas enganosas e oferecem um diploma que não é verdadeiro. Veja 5 dicas para saber identificar se ele é falso.

20/02/2019 - Equipe Cafeina Nerd
#dicasdeestudo #diploma #diplomaEAD #EAD #presencial

Atualmente, fazer um curso de ensino superior é fundamental para a inserção no mercado de trabalho. No entanto, por serem jovens e muitas vezes não terem o suporte financeiro da família, alguns candidatos acabam precisando procurar as melhores ofertas. Nessa busca, muitas vezes acabam caindo em golpes, fraudes e afins. Por isso, para saber se seu curso e, claro, o seu diploma são reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC), confira 5 dicas para evitar essa frustração.

+ FAÇA NOSSO TESTE VOCACIONAL

1. Busque informações no site oficial do MEC

O primeiro passo é básico. Antes de tudo, procure o curso, a instituição, a categoria e todos os itens no e-MEC, site oficial de pesquisa do Ministério da Educação. Basta clicar em “pesquisa avançada” para chegar à página do “print” logo abaixo. O credenciamento é exigido por lei e todos os registros com datas e informações são disponibilizados neste sistema do MEC. Sem isso, a instituição é proibida de oferecer um diploma. É uma segurança necessária.

2. Procure a reputação no ReclameAqui

O ReclameAQUI funciona como uma espécie de portal extra-oficial do consumidor brasileiro. Nele, você pode encontrar a reputação e comentários reais de, praticamente, qualquer empresa de médio a grande porte do país. Lá, você pode pesquisar pelo nome da instituição e conferir o que as pessoas tem a dizer sobre ela. Pode ser um ótimo parâmetro para saber se ela é ou não confiável. Se for uma empresa nova e ainda não estiver com comentários no site, desconfie mais ainda.

3. Atente-se à duração do curso

Cursos de ensino superior tem durações longas, principalmente se forem graduações ao invés de tecnólogos. A carga horária de cursos regulamentados pelo MEC, geralmente é acima das 3.000 horas. Veja também a duração de semestres e a quantidade de matérias que estão sendo ofertadas.

4. Se o preço for muito abaixo do restante do mercado, desconfie

Já ouviu aquele ditado “quando a esmola é boa, o santo desconfia”? Pois é, fique atento a preços muito baratos. Podem ser uma forma de lhe convidar para algo enganoso. Cursos presenciais costumam ter valores acima dos cursos EAD. Mas se na comparação com cursos de outras universidades ele estiver muito abaixo desconfie. Tanto pela autenticidade quanto pela qualidade do ensino.

5. Se o curso for EAD, pesquise muito sobre ele

Com a chegada dos cursos a distância, muitos sites passaram a aplicar golpes. Pela falta de informação, muita gente acabou caindo. Mas, agora que isso já está mais difundido é possível procurar tais dados, para saber se de fato aquele curso dará um diploma reconhecido. Pergunte em redes sociais, fóruns, vá nas páginas da universidade para ver os comentários…

Deixe um comentário