ENEM tem questões de racismo, ditadura, cultura LGBT e mais!

Desigualdade e minorias são temas de algumas questões da prova de linguagem do ENEM 2018. Confira!

05/11/2018 - Equipe Cafeina Nerd

Que a redação do ENEM 2018, realizada neste domingo (4), tratou de um tema da atualidade e gerou polêmica nas redes sociais, você já sabe. Mas, não foi só ela que colocou os estudantes frente a frente a assuntos delicados e necessários. Algumas perguntas da prova de linguagem falaram de diversidades, com assuntos que tinham como “plano de fundo” racismo, golpe militar de 1964, cultura LGBT, orientação sexual, machismo e nazismo.

DIA 1 – CADERNO AMARELO

Racismo

As questões escolhidas para os temas de diversidade muitas vezes não tinham relação direta com o tema, mas sim, estiveram presentes de forma intrínseca. Podemos ver abaixo: em uma pergunta, que tinha como foco verificar se o estudante entendia a função de um resumo para um artigo acadêmico, o texto escolhido foi esse:

Golpe militar de 1964

Na questão de história abaixo, tratou-se de ditadura

Cultura LGBT

Outro assunto que apareceu bastante foi o da comunidade LGBT. Com o objetivo de analisar o que é um dialeto e um patrimônio linguístico, tratou-se de um exemplo que mencionava gays e travestis:

Mais uma questão que falava de direitos LGBT e da quebra de paradigmas…

Direitos Humanos

Os direitos humanos não poderiam ficar de fora.

Machismo e violência contra a mulher

No entanto, o tema que mais apareceu foi a da discriminação contra a mulher, com quatro questões abordando machismo e violência contra a mulher.

Deixe um comentário