Estude

Este ou esse? Esta ou essa? Isto ou isso? Quando usar cada um!

Dúvida comum na hora da redação: saiba quando usar “esta”, “essa”, “isto”, “isso”, “este” ou esse” Qualquer detalhe pode fazer a diferença em uma redação ou em uma pergunta dissertativa no vestibular. Um dos erros mais frequentes cometido pelos candidatos é justamente a confusão entre os pronomes citados acima. Isso se deve muito à semelhança entre […]

18/10/2018 - Equipe Cafeina Nerd

Dúvida comum na hora da redação: saiba quando usar “esta”, “essa”, “isto”, “isso”, “este” ou esse”

Qualquer detalhe pode fazer a diferença em uma redação ou em uma pergunta dissertativa no vestibular. Um dos erros mais frequentes cometido pelos candidatos é justamente a confusão entre os pronomes citados acima. Isso se deve muito à semelhança entre eles e ao emprego que fazemos na linguagem falada. Abaixo, explicaremos qual é a situação correta para se usar cada um. Confira:

Antes de tudo, é importante explicar o que são essas palavras “esta”, “essa, “este”, “esse”, “isto” e “isso”. Trata-se de pronomes demonstrativos, que nada mais são do que palavras que substituem substantivos, termos ou adjetivos ou, então, que os acompanham, qualificando-os.

Existem, basicamente, três regras para a utilização correta destes pronomes demonstrativos. São elas:

Proximidade física

“Este”“esta” e “isto” indicam proximidade do falante e “esse”, “essa” e “isso” indicam proximidade maior ao destinatário, que recebe a mensagem. Por exemplo:

Nos três casos abaixo, o objeto está mais perto do falante do que do destinatário e, por isso, são empregados “este”, “esta” e “isto”. Confira:

“Esta casa foi construída pelo meu avô”
Aqui ocorre o mesmo: “Este carro foi comprado pelo meu pai”.
Mais um exemplo: “Isto pertence ao meu irmão”.

Abaixo, ocorre o contrário. O pronome está mais próximo de quem recebe a mensagem:

“Essa cidade é uma zona!” – O pronome “essa” indica que a cidade citada está mais próxima do destinatário no momento.
“Esse professor é excelente.”
“Isso que você está dizendo é mentira”

Proximidade temporal

Essa proximidade também pode ser referente ao tempo, como por exemplo:

Quando se usa “esta” ou “este” indica que será algo em um futuro muito próximo. No caso do “essa” e “esse”, o pronome é relativo ao passado, mas também pode indicar um futuro não tão próximo assim. Confira abaixo:

“Esta noite irei encontrar minha namorada” – futuro próximo.

“Esse ano terminei minha faculdade” – passado.

Retomada de algo que já foi falado e proximidade no discurso

Para se retomar algo que já foi falado em um discurso, usa-se “esse”, “essa” ou “isso”.

Exemplos:

“O prédio em que eu trabalho sofreu com um incêndio na noite passada e está passando. O corpo de bombeiros trabalha há algum tempo nele. Esse edifício é antigo e esse é um dos motivos…”

“Minha amiga viajou para uma cidade muito legal no interior de São Paulo e gostou muito. Lá ela fez diversas trilhas. Essa amiga estudou comigo durante o Ensino Fundamental.”

Quando é algo inédito ou imediatamente anterior no discurso, emprega-se “este”, “esta” ou “isto”.

INÉDITO: “Este relógio, que está comigo, é muito antigo”

IMEDIATAMENTE ANTERIOR: “Estou na dúvida entre morar no continente europeu ou africano. Este (último, mais próximo = africano) não é tão desenvolvido, apesar das belezas naturais.”

Deixe um comentário