Guia de profissão: Engenharia de Produção

Educação

Guia de profissão: Engenharia de Produção

Com o papel de integrar os processos produtivos aos demais setores da empresa, a Engenharia de Produção tem uma formação multidisciplinar e focada em resultados, sejam eles materiais ou humanos.

30/11/2018 - Equipe Cafeina Nerd
#Carreira #Curso Presencial #Engenharia #Engenharia de Produção #Graduação #Guia da Profissão
Ícones e desenhos vetoriais de engenharia; imagem conceitual.

A especialização das empresas e o desenvolvimento tecnológico gera a necessidade de aprimoramento dos processos produtivos a fim de manter a competitividade no mercado e atender às demandas cada vez mais específicas, o que coloca o Engenheiro de Produção em uma posição estratégica em qualquer organização.

Com o papel de integrar os processos produtivos aos demais setores da empresa, o Engenheiro de Produção deve ter uma formação multidisciplinar e focada em resultados, sejam eles materiais ou humanos.

O mercado

Assim como as demais engenharias, a Engenharia da Produção tem um lugar privilegiado no mercado de trabalho, em especial por sua abrangência, que abre portas para os profissionais da área em diversos setores de atuação. Atualmente, o Brasil soma em torno de 20 mil engenheiros de produção registrados no CREA, o que é um número pequeno se comparado a outras engenharias, como a mecânica e a elétrica, por exemplo.

A falta deste profissional no mercado eleva os salários da categoria, que podem variar entre 6 e 30 mil reais, dependendo da experiência e área de atuação do engenheiro de produção. Em contrapartida, o número de graduações que formam esse profissional cresce vertiginosamente, tendo ultrapassado mais de 450 cursos em 2012.

Atuação do profissional

Se por um lado o objetivo primordial do engenheiro de produção é maximizar resultados e reduzir custos, por outro é seu dever também compreender as relações de trabalho no ambiente empresarial e gerir pessoas de forma eficaz, elevando a autoestima e motivação das equipes para resultados extraordinários. Dessa maneira, o engenheiro de produção é um profissional com visão holística sobre a empresa, compreendendo a cadeia produtiva em sua totalidade.

Por essa razão o engenheiro de produção não está apenas na indústria, no chão de fábrica, mas também na gestão de muitos empreendimentos de engenharia, nas finanças de projetos de grande porte, na gestão de equipes multidisciplinares e também em mercados como a economia, onde essa visão abrangente é determinante para o sucesso.

O curso de Engenharia de Produção

O curso de Engenharia de Produção proporciona uma formação multidisciplinar ao aluno, desenvolvendo competências técnicas e gerenciais que permitem que o profissional egresso desse curso assuma completamente os processos produtivos de uma empresa, desde a aquisição de insumos até o produto final acabado.

Ao longo dos cinco anos de curso o aluno passa por disciplinas de cálculo, gestão, qualidade, logística, recursos humanos e empreendedorismo, desenvolvendo competências que contribuirão para a sua carreira profissional tanto na indústria quanto em outros setores do mercado.

Formação continuada

Para os alunos que desejam continuar sua formação e aprimorar seus conhecimentos de Engenharia da Produção, é possível buscar especializações nacionais e internacionais nas áreas de gestão estratégica de empresas, logística, gestão da qualidade ou ainda na área tecnológica. Mestrados e doutorados em Engenharia da Produção são altamente recomendados para quem deseja ministrar aulas no futuro, contribuindo para a formação dos novos profissionais do mercado.

Deixe um comentário