Depois de adiamento, inscrições do ProUni são liberadas

Depois de adiamento, inscrições do ProUni são liberadas

Justiça atendeu pedido do governo e liberou a divulgação do resultado do Sisu, assim como o início das inscrições do ProUni.

8 meses ago - Equipe Cafeina Nerd
#inscrições do ProUni #ProUni #Sisu
Inscrições no ProUni

Depois de o Ministério da Educação adiar o início das inscrições do ProUni, devido a erros de correção no ENEM 2019, a justiça atendeu a um pedido do governo e liberou as inscrições, assim como a divulgação do resultado do Sisu. A decisão saiu no meio da tarde desta terça-feira (29).

+ Para ver os resultados das 237 mil vagas do Sisu clique aqui.

O presidente do STJ, João Otávio de Noronha, explicou a decisão, dizendo que o adiamento poderia impactar o início do ano letivo nas universidades públicas e que são milhares os estudantes apreensivos, que não sabem qual curso e universidade foram aprovados.

João Otávio também disse que o governo errou ao não explicar com transparência para a sociedade e para o Ministério Público detalhes de como resolveu o problema das correções das provas do ENEM.

Novo calendário do ProUni

  • Inscrições do Prouni 2019: 29/01/2019 a 01/02/2019
  • Resultado da primeira chamada do Prouni 2019: 04/02/2019
  • Resultado da segunda chamada Prouni 2019: 18/02/2019
  • Comprovação de informações Prouni 2019:

Primeira chamada: 04/02/2019 a 12/02/2019

Segunda chamada: 18/02/2019 a 25/02/2019

  • Lista de Espera Prouni 2019: 07/02/2018 a 08/02/2018
  • Resultado da lista de espera: 11/03/2019
  •  Comprovação de informações da lista de espera do Prouni 2019: 12/02/2019 a 13/02/2019

Bolsas integrais e parciais

De acordo com a renda do candidato e a nota na última edição do ENEM, o ProUni define se ele receberá uma bolsa integral ou uma bolsa parcial. Quanto maior for a avaliação no ENEM, mais chances de obter a aprovação.

Bolsa integral: 100% de desconto para o aluno durante o curso. Aqui, o estudante deve ter uma renda familiar mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa. Em torno de 65 a 70% das bolsas ofertadas são nessa modalidade.

Bolsa parcial: 50% de desconto para o aluno nas mensalidades do curso. Ou seja, o estudante arca com metade do valor e a outra metade é paga pelo Governo Federal. Vale ressaltar que o que muitos fazem quando conseguem bolsa parcial é financiar o restante através do FIES. Aqui, o candidato pode ter uma renda familiar mensal de até 3 salários mínimos por pessoa.

Deixe um comentário