Após erros e adiamento, lista de espera do Sisu pode sair nesta segunda

Após erros e adiamento, lista de espera do Sisu pode sair nesta segunda

No calendário pré-divulgado, lista de espera do Sisu deveria sair na sexta-feira (7), mas devido a reclamações dos candidatos o MEC adiou.

8 meses ago - Equipe Cafeina Nerd
#Sisu #sisu 2020

É aguardada nesta segunda-feira (10 de fevereiro de 2020) a divulgação da lista de espera do Sisu 2020.1. O Ministério da Educação (MEC), que havia prometido no cronograma inicial soltar a lista na sexta-feira anterior decidiu adiar após receber inúmeras reclamações de erro nas redes sociais. A divulgação ocorrerá diretamente para as instituições de ensino, que deverão convocar os candidatos aprovados.

Segundo o calendário inicial, a divulgação da lista ocorreria a partir de sexta-feira (7) – o que não aconteceu. No entanto, os nomes não chegaram às universidades ou houve uma lista errada – ao menos sete universidades e institutos federais adiaram a convocação.

As datas previstas do Sisu 2020

  • Data das inscrições: 21/1 a 26/1 – concluída
  • O candidato pode escolher duas opções de curso, primeira e segunda.
  • Todo o dia o sistema atualiza e muda a ordem dos inscritos de acordo com as notas do ENEM. Dessa forma, se você ver que não vai passar em determinado curso pode aplicar a outro.
  • A 1ª atualização acontece 0h de 23/1;
  • É recomendável entrar no sistema uma vez ao dia para saber se a disputa pela vaga ainda é viável ou se prefere mudar de curso;
  • A primeira chamada acontece no dia 28/1 – ATRASOU
  • Se for aprovado na segunda opção de curso, o candidato não será incluído na lista de espera da primeira opção (leia mais abaixo);
  • O prazo para escolher participar da lista de espera é de 29/1 a 04/2 – ATRASOU
  • A convocação da lista de espera do Sisu será no dia 7/2 a 30/4 – ATRASOU

No mesmo dia, o MEC informou em nota que havia adiado o cronograma e que a divulgação estava prevista para segunda-feira (10), sem justificar o motivo da mudança. Procurado pelo G1, o MEC não deu retorno até a mais recente atualização desta reportagem.

O Sisu usa notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para selecionar os estudantes. Após os erros apontados na correção dos gabaritos do exame de 2019 – que o MEC chamou de “inconsistências” –, o Sisu passou a enfrentar diversos problemas (leia mais abaixo).

O prazo para que os estudantes que não foram classificados na primeira chamada manifestassem interesse em entrar na lista de espera terminou na terça-feira (4). Na quinta (6), houve relatos em redes sociais de que o sistema do MEC não considerou as inscrições daqueles que escolheram apenas uma opção de curso.

Estudante relata erro na lista de espera do Sisu 2020 — Foto: Reprodução/Twitter

São mais de 237 mil vagas ofertadas no Sisu 2020.1, em 128 instituições distribuídas pelo Brasil. Quem não foi selecionado na primeira chamada aguardava entrar na lista de espera para conseguir a vaga caso tivesse alguma desistência.

Deixe um comentário