Pior desempenho geral do ENEM 2018 foi em Ciências da Natureza

Pior desempenho geral do ENEM 2018 foi em Ciências da Natureza

ENEM 2018 divulga estatísticas e mostra que candidatos tiraram menores notas em Ciências da Natureza e maiores notas em Ciências Humanas.

10/07/2019 - Equipe Cafeina Nerd
#Enem #ENEM2018 #estatísticasdoENEM

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou as estatísticas referentes ao ENEM 2018. Entre as centenas de números alguns chamam a atenção. Entre eles, o de que os candidatos tiveram pior desempenho em Ciências da Natureza, com uma média geral de 493,68 pontos. O melhor desempenho foi em Ciências Humanas com 568,10.

Outro fator social que desperta para mudanças é o de que estados com maiores taxas de pobreza foram ainda mais inferiores. Em Ciências da Natureza, por exemplo, o Acre apresentou uma média de 467,12. Já em São Paulo, o maior centro econômico brasileiro, o número foi de 510,78. Uma diferença gritante e que não acontece por mero acaso.

Comparando com os números de 2017, ano no qual os piores desempenhos foram em Linguagens e Códigos, pode-se notar que a principal diferença é em relação à discrepância entre as disciplinas. Se em 2017 a distância da pior média e da melhor foi de 48 pontos, em 2018 esse número chegou na casa dos 75. E, vale ressaltar, que se excluíssemos as notas em redação, a diferença em 2017 seria de pouco mais de 8 pontos apenas.

Isso pode ser preocupante se pensarmos que alunos que são muito bons em alguma disciplina podem ter se prejudicado, devido ao fato de uma estar, possivelmente, mais difícil do que outra.

Abaixo, veja comparação dos números de 2017 com os de 2018:

Média de pontuação por disciplina no ENEM 2017

Ciências da Natureza: 511
Ciências Humanas: 518,93
Linguagens e Códigos: 510,21
Matemática: 518,76
Redação: 558,75

Média de pontuação por disciplina no ENEM 2018

Ciências da Natureza: 493,68 (queda de 18,32)
Ciências Humanas: 568,10 (aumento de 49,17)
Linguagens e Códigos: 526,45 (aumento de 16,24)
Matemática: 535,41 (aumento de 16,45)
Redação: 522,79 (queda de 35,96)

Por fim, outro número alarmante e que é retrato da desigualdade social, tecnológica e econômica do Brasil. A região Sudeste obteve as melhores médias em 4 das 5 disciplinas. A única em que foi “derrotada” foi diante da região Sul, por 0,03, em Ciências Humanas. E, como já era de se esperar, a região Norte foi a pior, seguida pela Nordeste, em todas as 5 disciplinas. O Centro-Oeste ficou sempre em 3º.

Média de pontuação no ENEM 2018 por disciplina e região:

Ciências da Natureza:

Norte – 473,80
Nordeste – 480,92
Sudeste – 508,27
Sul – 504,40
Centro-Oeste – 494,76

Ciências Humanas

Norte – 545,70
Nordeste – 554,30
Sudeste – 583,69
Sul – 583,72
Centro-oeste – 565,42

Linguagens e códigos

Norte – 503,68
Nordeste – 512,27
Sudeste – 542,61
Sul – 540,46
Centro-oeste – 525,53

Matemática

Norte – 505,19
Nordeste – 520,13
Sudeste – 556,14
Sul – 547,84
Centro-oeste – 531,37

Redação

Norte – 490,02
Nordeste – 510,93
Sudeste – 544,09
Sul – 526,04
Centro-oeste – 516,31

Deixe um comentário