Por que ou Porque? | Porquê ou Por quê? Saiba quando usar cada um

Estude

Por que ou Porque? | Porquê ou Por quê? Saiba quando usar!

Saiba qual é a forma correta de se usar em cada situação; Por que ou porque? Por quê ou Porquê? Quando usar o Por que O Por Que pode ser empregado de duas maneiras diferentes: 1)  A primeira e mais comum é quando o Por que é usado no início de uma frase de maneira interrogativa, iniciando […]

18/10/2018 - Equipe Cafeina Nerd
#Dicas de Língua Portuguesa

Saiba qual é a forma correta de se usar em cada situação; Por que ou porque? Por quê ou Porquê?

Quando usar o Por que

Por Que pode ser empregado de duas maneiras diferentes:

1)  A primeira e mais comum é quando o Por que é usado no início de uma frase de maneira interrogativa, iniciando uma pergunta. Dessa forma, ele pode ser substituído por: “Por qual motivo” ou “Por qual razão”.

Exemplos:

  • Por que você não vai viajar?
  • Por que você derrubou o copo?
  • Por que você faltou na aula?

Portanto, repare: quando o substituímos ele mantém o mesmo significado:

  • Por qual motivo você não vai viajar?
  • Por qual razão você derrubou o copo?
  • Por qual motivo você faltou na aula?

2) A segunda forma de se usar o Por que é para ligar duas orações. Dessa forma, o “por” funciona como preposição e o “que” como pronome relativo. Nesse caso, é possível substituir por “pela qual”, “pelos quais”, “por qual”, “por quais” ou “pelas quais”.

Confira alguns exemplos:

  • Não encontrei por que caminho você veio.
  • Os motivos por que me demiti são pessoais.

Fazendo a substituição…

  • Não encontrei por qual caminho você veio.
  • Os motivos pelos quais me demiti são pessoais.

Quando usar o Porque

Porque é utilizado de maneira explicativa. Geralmente, colocamos-a em respostas e explicações. É muito comum usarmos esta forma também na língua falada.

  • Não viajei porque precisei trabalhar.
  • Eu fui almoçar porque estava com fome.
  • Perdi a matéria porque faltei na segunda-feira.

As substituições possíveis neste caso são “pois”, “já que” ou “uma vez que”.

  • Não viajei, pois precisei trabalhar.
  • Eu fui almoçar, já que estava com fome.
  • Perdi a matéria, uma vez que faltei na segunda-feira.

Quando usar o Por quê

O por quê, separado e com acento, é usado na parte de final de uma frase interrogativa, sendo sempre seguido por ponto de interrogação ou ponto final, imediatamente na sequência.

  • Andar todo o percurso a pé, por quê? Vamos com meu carro.
  • Ela me deixou e nem disse por quê.

Neste caso, o por quê equivale a “por qual motivo” e “por qual razão”, assim como o por que. A diferença, neste caso, é que o por quê está sempre no fim da frase e é seguido por um ponto de interrogação ou ponto final.

  • Andar todo o percurso a pé, por qual motivo? Vamos com meu carro.
  • Ela me deixou e nem disse por qual razão.

Quando usar o Porquê

porquê é usado de forma diferente dos demais, sendo empregado como um substantivo, com o significado de “razão”, “causa” ou “motivo”. Ele vem sempre acompanhado por um pronome, artigo, adjetivo ou numeral.

  • Eu queria saber o porquê das demissões na empresa.
  • Dê-me um porquê para ficar aqui.
  • Ninguém sabe os porquês das derrotas daquele time.

Substituindo:

  • Eu queria saber a causa das demissões na empresa.
  • Dê-me um motivo para ficar aqui.
  • Ninguém sabe as razões das derrotas daquele time.

Deixe um comentário