Universidades paulistas suspendem aulas devido ao Coronavírus

Universidades paulistas suspendem aulas devido ao Coronavírus

Veja faculdades e universidades brasileiras que estão com as aulas suspensas para se previnirem do risco do Coronavírus - COVID-19.

9 meses ago - Equipe Cafeina Nerd
##puc #aulas suspensas #Cásper Líbero #coronavirus #Mackenzie #Unicamp #USP

A Organização Mundial da Saúde (OMS) já anunciou que o Coronavírus pode ser considerado uma pandemia. Sendo assim, diversas escolas, faculdades e universidades de todo o Brasil – mas, em especial São Paulo que registrou o maior número de casos – já suspenderam as aulas nessa e na próxima semana.

Abaixo, confira quais universidades e as datas das respectivas que já anunciaram as medidas. A tendência é que as demais façam anúnicos ainda nesta sexta-feira (13 de março).

ESPM (até o dia 20 de março)
Cásper Líbero (até o dia 20 de março)
FAAP (até o dia 17 de março)
Insper (até o dia 23 de março)
Alguns cursos da USP
Unicamp (até o dia 29 de março)
Belas Artes (até o dia 22 de março)

Coronavírus chegou na USP

Na última quarta-feira (11 de março), o Conselho do Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP também enviou comunicado aos alunos suspendendo todas as atividades após a confirmação de um caso de Coronavírus na escola. No documento, a Universidade pede que a comunidade acadêmica “aguarde os devidos encaminhamentos”. Não há informações sobre quando as aulas serão retomadas no departamento.

Em nota divulgada nesta quinta-feira, a USP diz que está “ciente da grave crise decorrente do avanço do coronavírus e está tomando as providência necessárias”. Além disso, afirma que “não poupará esforços para o desenvolvimento de possíveis soluções para o combate à pandemia”.

PUC-SP já registra 2 casos

No fim da tarde desta quinta-feira (12 de março), a PUC-SP também confirmou que dois estudantes apresentaram testes positivos para a Covid-19. Segundo a universidade, os alunos não frequentavam a instituição desde o dia 4 de março e estão em monitoramento pela Vigilância Sanitária em Saúde de São Paulo. Ainda de acordo com a escola, as aulas não foram interrompidas, e a universidade está funcionando normalmente, por enquanto.

Deixe um comentário